1983

Uma comédia no estilo A Princesa e o Plebeu com o distinto toque de melancolia de Verdone e uma famosa estrela adolescente dos anos 1980. Rolando, um zelador graduado com honras, aproveita a oportunidade de ganhar um dinheiro extra se passando por um teólogo proeminente contratado como professor particular de uma modelo adolescente americana. As coisas se complicam quando os dois se apaixonam.

Acqua e sapone

O quarto filme dirigido por Carlo Verdone é uma comédia leve que conta com a consagrada trilha sonora “Acqua e Sapone”, composta por Vasco e interpretada pela banda Stadio. A trama é inspirada na polêmica dos anos 1980 envolvendo a mãe-empresária de Brooke Shields, acusada de explorar a filha nos primeiros estágios de sua carreira. A supermodelo adolescente Sandy Walsh se muda para Roma por alguns meses para fazer sessões de fotos e desfiles de moda. A mãe-empresária que a acompanha escolhe um conhecido padre, Michael Spinetti, para ser seu tutor italiano. Ao ligar para o convento, ela fala com Rolando, o zelador da escola. Ele é um cara esquisito de trinta anos, graduado com distinção, que ainda está em busca de um emprego adequado e mora com sua jovial avó, a lendária Sora Lella. Superando sua usual timidez, Rolando decide ocupar o lugar do teólogo e aparece na casa da menina. Mas Sandy logo percebe a enganação e força Rolando a passar alguns dias passeando com ela por Roma, a lazer, em troca de seu silêncio. Apesar da diferença de idade, a amizade entre eles logo se transforma em algo mais. Quando a mãe de Sandy conhece, por acaso, o verdadeiro Michael Spinetti, ela despede Rolando e proíbe a filha de vê-lo. Mas a garota foge de uma sessão de fotos e os dois passam algumas horas juntos. No final, Sandy decide voltar para sua família e sua vida cotidiana. Estão todos presentes, de David di Donatello a Elena Fabrizi, a famosa Sora Lella, assim como a estreia de Fabrizio Bracconeri no cinema, interpretando o vizinho intrometido de Rolando.

Data de lançamento:

1983