1998

"Você pode sair de um navio, mas não do oceano." Baseada na obra de Baricco, esta é a história de Novecento, um órfão nascido e criado em um transatlântico, cujo conhecimento do mundo exterior se limita às histórias dos passageiros. Dotado de um talento prodigioso, ele toca piano no mesmo navio por toda a vida, porque aquele é o seu mundo: música e ondas.

La leggenda del pianista sull'oceano

Em 1º de janeiro de 1900, o maquinista Danny Boodman encontra um bebê recém-nascido abandonado entre as caixas de limões a bordo do transatlântico Virginian. O operário fica com o bebê e lhe dá o nome de Novecento (século 20), em homenagem ao século que se inicia. Danny morre, e Novecento fica escondido no navio até ser encontrado na primeira classe graças à música de piano que toca com evidente talento. Dali em diante, toda a tripulação cuida do garoto, que cresce em um mundo colorido de passageiros, formado por cavalheiros ricos, emigrantes que sonham com uma nova vida na América e garotas encantadoras. À medida que vai crescendo, Novecento percebe que tocar piano é sua grande paixão e passa a fazer isso para todos, hóspedes e operários do navio, frequentemente acompanhado por Max, trompetista com quem tem uma grande amizade. As notícias de seu talento viajam rápido e as oportunidades de se apresentar em palcos importantes rapidamente surgem, mas ele não se interessa. Após a guerra, o Virginian precisa ser desmontado, e Novecento ainda está a bordo. Nem mesmo seu grande amigo Max consegue convencê-lo a sair. O navio é destruído, mas sua memória permanece junto com a lenda de Novecento, o maior pianista do oceano.

Data de lançamento:

1998