2011

Em um canto remoto da França ocupada pelos alemães, as crianças de dois vilarejos vizinhos travam sua própria guerra. Uma adaptação animada, engraçada e entusiasmante do best-seller clássico de mesmo nome.

La Nouvelle Guerre des boutons

Enquanto o planeta está abalado pelos terríveis eventos da Segunda Guerra Mundial, outra guerra está sendo travada em um canto distante do interior da França. As crianças dos vilarejos vizinhos Longeverne e Velran sempre se odiaram. Agora a batalha deles toma um novo rumo: prisioneiros terão os botões de suas roupas removidos e voltarão para casa quase nus, abatidos e humilhados. A Guerra dos Botões foi declarada e o vilarejo que coletar mais botões será declarado vitorioso. Nossa história segue Lebrac, um garoto de 13 anos forte, problemático, mas com um grande coração, e o “chefe estrategista” de Longeverne e seus tenentes: Top Hat, Top Cove e o mascote deles, Little Hat, um garotinho irresistível de oito anos, participam com uma seriedade hilariante. A chegada de Violette, uma jovem da cidade, mexe com corações, principalmente com o de Lebrac, e um romance se inicia rapidamente. Mas a aparência de Violette levanta suspeitas – ela é de origem judaica e buscou refúgio com sua suposta tia, a linda Simone, por quem o professor do vilarejo está secretamente apaixonado. O passado de Violette será descoberto? Ela será denunciada? A Guerra dos Botões conta essa história com ternura e entusiasmo, mas com toda animação e ação de um filme de guerra, ambientado no rico e dramático cenário da França ocupada pelos alemães em 1944. Um sucesso fenomenal, a versão cinematográfica de Yves Robert de 1961 do célebre romance de Louis Pergaud, La Guerre des Boutons (A Guerra dos Botões), foi bastante aclamada e teve mais de dez milhões de espectadores em seu lançamento na França.

Data de lançamento:

2011