Em 1953, Kilian e seu irmão deixam sua cidade localizada nas montanhas no norte da Espanha e vão para Fernando Pó. O pai deles já está lá cultivando o melhor cacau do mundo. Eles logo percebem que a vida na colônia é mais agradável e menos rígida do que na Espanha. Eles veem as diferenças entre os colonos e os nativos e aprendem o significado de amizade, paixão, amor e ódio.

Palmeras en la nieve

Desde 1926, a ilha de Fernando Pó, atual Bioco, faz parte da Guiné Equatorial. Entretanto, desde 1778 , o país era território espanhol e só conquistou sua independência em 1968. Esse é um capítulo complexo da história espanhola. Foram anos de escalada de tensões e violência, mas as notícias raramente chegavam à Espanha continental. O filme é ambientado em duas épocas. A primeira acompanha o período em que a Guiné Equatorial deixa de ser colônia para se tornar província ultramarina e, eventualmente, ganha independência. A segunda mostra a Bioco nos dias atuais, uma terra que sofre com anos de instabilidade, ditadura, desaparecimento, tortura e falta de liberdade. Contém sequências de luzes que podem afetar pessoas fotossensíveis.

Data de lançamento:

2015