1980

Produzido por Sergio Leone e com música de Ennio Morricone. Estreia premiada de Carlo Verdone na direção, com atuações premiadas. Uma comédia com três histórias entrelaçadas que se passam em Roma durante um verão quente. Um valentão, um hippie e um jovem desengonçado em uma cidade quase deserta.

Un sacco bello

Enzo é o valentão clássico, com seus jeans justos, camisa aberta, pingente no pescoço e paixão pela música. Equipado com um arrojado carro esportivo, ele busca companhia para uma viagem a Cracóvia. Enzo encontra Sergio, um conhecido bem menos motivado que ele, que adoece durante a viagem, após passar tempo demais ouvindo histórias sobre incríveis aventuras eróticas. Enzo o leva para o hospital, mas agora precisa substituí-lo por outra pessoa. Ele começa a dar telefonemas, até que convence um novo companheiro de viagem, de quem se lembra do serviço militar. Ruggero deixou a casa e a família para começar uma comunidade hippie. Após alguns anos, seu pai o convence a voltar para casa. Ele espera colocá-lo de volta nos trilhos envolvendo Don Alfio, o primo Anselmo e um professor maluco. Leo é um jovem muito desajeitado, dominado por uma mãe invasiva que supervisiona suas amizades. Um dia ele conhece a bela Marisol, uma turista espanhola que está passando por uma crise sentimental. Essa pode ser a primeira aventura do jovem, mas o reaparecimento inesperado do namorado de Marisol acaba com suas ilusões. Contém sequências de luzes que podem afetar pessoas fotossensíveis.

Data de lançamento:

1980