2018

No desporto, estamos habituados a ver o improvável. O impossível é outra questão. Mas, a 11 de fevereiro de 1990, quando as probabilidades eram de 42 para 1, o impossível aconteceu num ringue de boxe em Tóquio, no Japão, quando James "Buster" Douglas derrotou Mike Tyson no campeonato mundial de pesos-pesados.

42 to 1

No desporto, estamos habituados a ver o improvável. O impossível é outra questão. Mas, a 11 de fevereiro de 1990, quando as probabilidades eram de 42 para 1, o impossível aconteceu num ringue de boxe em Tóquio, no Japão, quando James "Buster" Douglas derrotou Mike Tyson no campeonato mundial de pesos-pesados. O documentário "42 to 1", da série da ESPN "30 for 30", conta a história do quão incrivelmente improvável foi esse acontecimento. Douglas cresceu em Columbus, Ohio, filho de um jogador de boxe, que o treinou e tornou num dos 10 principais candidatos de pesos-pesados, ​​em meados dos anos 80. Claro que tudo aconteceu na sombra da ascensão de "Iron" Mike Tyson, que se tornou um fenómeno mundial numa corrida invencível para o título. Por essa razão, no momento em que a luta foi definida, Douglas foi considerado de forma leviana como um mero trampolim para lutas maiores do campeão. No entanto, no dia em que se conheceram, uma série de circunstâncias extraordinárias levou a um resultado inimaginável. Quem era fã de desporto em 1990, nunca se esquecerá de onde estava quando ouviu falar de Tyson-Douglas. Porque, afinal, era impossível.

Data de lançamento:

2018