Na margem sul do lago Erie, na desembocadura do rio Cuyahoga, há um lugar especial onde vive um grupo de adeptos especiais que — independentemente do que façam os Indians, os Cavs e os Browns — nunca deixam de acreditar.

Believeland

Na margem sul do lago Erie, na desembocadura do rio Cuyahoga, há um lugar especial conhecido como Cleveland. É a sede do Hall da Fama do Rock and Roll e a casa dos Indians, dos Browns e dos Cavaliers. Mas também é aqui que há muito impera uma onda de derrotas. De todas as cidades americanas que têm pelo menos três franquias desportivas de nomeada, Cleveland é a única que não vence um campeonato no último meio século. Estas equipas — e os corações que vêm partindo ano após ano — inspiraram um outro nome para a cidade, que é o título deste filme da série “30 for 30”: “Believeland”. Realizado por Andy Billman, natural do Ohio, este documentário leva-nos numa viagem que remonta a 50 anos e captura os altos e baixos mais relevantes de uma outrora próspera metrópole — afinal, o Super-Homem foi aqui concebido. Apesar dos infortúnios económicos e desportivos, e da t-shirt com o dizer “Deus Odeia Cleveland”, as pessoas continuam a acreditar e a venerar Jim Thome, Jim Brown e LeBron James, sem contudo esquecer Edgar Renteria, John Elway e Michael Jordan, os homens que deram cabo do sonho de conquistar o tão aguardado campeonato. Com muita dor à mistura, “Believeland” é uma celebração de fé, uma demonstração do quanto o desporto representa para Cleveland e do quanto Cleveland representa para o desporto.

Data de lançamento:

2016