Jappeloup é uma história verídica sobre tenacidade, desobediência, desilusão, amizade, laços familiares, coragem e em última análise de vitória. Jappeloup era considerado um cavalo demasiado pequeno para se tornar campeão e Pierre Durand era um atleta de saltos de obstáculos, que perdeu a fé no próprio destino.

Jappeloup

Jappeloup era considerado um cavalo demasiado pequeno para se tornar campeão e Pierre Durand era um atleta de saltos de obstáculos, que perdeu a fé no próprio destino. Juntos, o cavaleiro e o cavalo cavalgaram triunfantemente na história do hipismo, com uma relação frequentemente tão caótica como o próprio percurso no salto de obstáculos, com elementos de traição, lealdade e amor. A dupla sofreu uma derrota esmagadora nos Jogos Olímpicos de Los Angeles de 1984 quando, a meio da competição, Jappeloup parou e atirou o cavaleiro sobre um dos obstáculos. A história poderia muito bem ter terminado ali, com uma humilhação pública numa arena internacional onde Pierre Durand quase se retirou completamente dos saltos de obstáculos e tê-lo-ia feito se não fosse o apoio da mulher, do pai, do tratador de Jappeloup, o Raphaëlle e a fé inabalável neste pequeno mas excecional cavalo. Pierre Durand acabou por começar de novo, reconciliou-se com Jappeloup e colocou-se firmemente no caminho da vitória. Juntos, finalmente, triunfaram quatro anos mais tarde em Seul e tornaram-se campeões olímpicos de medalha de ouro. O "pequeno" cavalo preto de Pierre Durand é agora considerado um dos maiores cavalos de salto de obstáculos de todos os tempos.

Data de lançamento:

2013