1977

Julia é a adaptação cinematográfica de "Pentimento", a história autobiográfica da escritora Lillian Hellman, acerca da sua exuberante e invulgar amiga, a Julia, e de como ela atraiu Hellman para um envolvimento no movimento de resistência europeia da década de 1930.

Julia

Este filme marca a estreia cinematográfica de Meryl Streep. De "Pentimento", as memórias da falecida dramaturga Lillian Hellman, Julia abarca os anos da década de 1930 em que Lillian alcançou a fama com a produção da sua primeira peça "As Raposas", na Broadway. Sem surpresa, centra-se na relação de Lillian com a sua amiga de sempre, a Julia. É uma amizade profunda. Enquanto Julia frequenta a universidade em Viena, estudando com figuras como Sigmund Freud e Albert Einstein, Lillian sofre as revisões da sua peça com o seu mentor e amante ocasional Dashiell Hammett, numa casa de praia de Nova Inglaterra. Depois de se tornar uma dramaturga aclamada, Lillian é convidada para uma conferência de escritores na Rússia. Julia, que assumira a batalha contra o fascismo, pede ajuda a Lillian, em viagem, para contrabandear dinheiro através da Alemanha Nazi, para ajudar a causa antifascista. É uma missão perigosa, em especial para uma intelectual judia a caminho da Rússia comunista. Durante um encontro breve com Julia na viagem, Lillian descobre que Julia teve uma filha chamada Lilly. Pouco depois do regresso aos EUA, Lillian sabe que Julia foi assassinada. Os detalhes da sua morte estão envoltos em segredo. Triste, Lillian viaja para Inglaterra à procura da sua homónima, de quem tinha prometido cuidar, a Julia.

Data de lançamento:

1977