2020

"Nadar com Golfinhos" narra as filmagens de "O Recife do Golfinho" de Disneynature, a história de uma cria de golfinho-ruaz chamada Echo. Desde surfar com golfinhos na África do Sul a dançar com baleias-de-bossa no Havai, os realizadores viajam grandes distâncias e mergulham a grande profundidade para revelar os mistérios do oceano. A exploradora Céline Cousteau narra a versão inglesa.

Nadar com Golfinhos

Narrado pela exploradora e realizadora Céline Costeau, "Nadar com Golfinhos" narra as filmagens de "O Recife do Golfinho" de Disneynature, a história de uma cria de golfinho-roaz chamada Echo. Desde surfar com golfinhos na África do Sul a dançar com baleias-de-bossa no Havai, os realizadores viajam grandes distâncias e mergulham a grande profundidade para revelar os mistérios do oceano. Para encontrar os atores principais e secundários, os realizadores Disneynature trabalham com especialistas e cientistas locais, viajando até locais incríveis como o Mar Vermelho, a Polinésia Francesa, a Ilha de Sipadan, na Malásia, e as ilhas de Palau. Na sua viagem aquática global, a equipa filma comportamentos dos golfinhos-roazes raramente vistos em meio selvagem como um estranho ritual nos corais de Alcyonacea, movimentos sincronizados durante o sono e uma fascinante estratégia de caça em grupo chamada anel de lama. A equipa, com elementos que filmam espécies marinhas há décadas, enfrenta alguns desafios subaquáticos invulgares. Como se filma, em segurança, uma grande disputa subaquática de várias baleias-de-bossa machos por uma fêmea? Como conseguimos seguir os rápidos e minúsculos residentes dos recifes como o bodião-limpador? Os realizadores revelam as suas estratégias inteligentes. E enquanto vivem vários momentos de cortar a respiração, algumas missões, incluindo uma expedição até uma catacumba de coral e um mergulho noturno com centenas de tubarões a caçar, sustêm a respiração das equipas. Após três anos de produção, os realizadores esperam que os seus esforços tenham um impacto significativo e duradouro no público. Fazem uma última viagem, não apresentada no filme final, que ilustra como os seres humanos podem ter um impacto positivo nos oceanos e nos seus incríveis habitantes a muito longo prazo. A exploradora Céline Cousteau narra a versão inglesa.

Data de lançamento:

2020