1953

Apesar de, à primeira vista, parecer não ter mais que pedras e areia, o deserto está vivo. Testemunhem rochas que se mexem, poços de lama que cospem, flores deslumbrantes e a eterna batalha pela sobrevivência de criaturas do deserto de todas as formas, tamanhos e tipos, tudo captado em imagens cheias de magia.

O Deserto Maravilhoso

Incrivelmente desolado… mas lindo. O paradoxo eterno conhecido como “deserto”. E apesar de, à primeira vista, parecer não ter mais que pedras e areia, esta terra está viva. Rochas que se mexem, poços de lama que cospem, flores deslumbrantes e a eterna batalha pela sobrevivência de criaturas do deserto de todas as formas, tamanhos e tipos, tudo captado em imagens cheias de magia e sequências fotográficas impressionantes.

Data de lançamento:

1953