2020

Jomo parte numa épica viagem com a sua manada que atravessa centenas de quilómetros pelo vasto deserto do Calaári desde o delta do Okavango até ao rio Zambeze. Liderados pela sua grande matriarca Gaia, a família enfrenta um calor abrasador, declínio nos recursos e predadores persistentes, tudo isto enquanto seguem as pegadas dos seus antepassados numa demanda para atingir o paraíso.

Os Elefantes

"A elefanta africana Shani e o seu animado filho Jomo partem numa épica viagem com a sua manada que atravessa centenas de quilómetros pelo vasto deserto do Calaári desde o delta do Okavango até ao rio Zambeze como incontáveis gerações dos seus antepassados fizeram antes. Shani e a sua família estão entre os últimos elefantes na Terra a fazer estas longas migrações. Ela é a mãe do Jomo, um elefante com um ano de idade e olhos esbugalhados que ainda nunca fez uma migração e, aos 40 anos, ela é a próxima na sucessão para matriarca da manada, uma posição que é neste momento ocupada pela sua irmã Gaia. A manada de Gaia está entre várias espécies — desde hipopótamos a antílopes e a babuínos — que dependem da água rica em vida que flui das montanhas e transforma o coração do deserto num enorme oásis verde conhecido como o delta do Okavango. Mas o fim da estação aproxima-se e em breve haverá um êxodo em massa. Nada na Terra é mais precioso para a vida que a água. E talvez não exista outro local onde isto se sinta tanto como no deserto do Calaári no sul de África, um dos lugares mais secos do planeta. A água recua e o paraíso transformar-se-á em pó brevemente à medida que o delta se torna numa série de charcos que se vão evaporando. A Gaia, instintivamente, sabe que deverá encaminhar a manada para o deserto do Calaári, antes que a água seque completamente. O sucesso da manada dependerá da sua experiência e sabedoria, que tem sido passada de geração em geração. Estes enormes mamíferos têm uma grande ligação ao seu passado, tal como a conhecida «memória de elefante» pressupõe. Gaia levará a sua família por antigos caminhos de elefantes, redes de linhas e círculos — sendo os círculos os charcos de água de que a família precisará desesperadamente para atravessar o vasto deserto. Pelo caminho, procurarão nutrir-se de húmidas folhas de mutiátis e troncos de embondeiros cheios de água da chuva. Quase no seu destino, a manada terá de atravessar o poderoso rio Zambeze para chegar ao porto seguro de que andam à procura. Têm de atravessar zonas pouco profundas, onde crocodilos caçam pequenos elefantes como o Jomo e lutar contra uma feroz corrente que os poderia arrastar até à maior catarata do mundo, as Cataratas Vitória. Felizmente, a manada tem a força e a resistência para triunfar e podem agora descansar enquanto aproveitam água ilimitada e os frutos da palmeira que conseguem obter ao abanar as árvores. Mas dentro de poucos meses, a comida escasseia e a água começa a sua viagem de volta do delta do Okavango. A família deve agora atravessar África, uma vez mais. A caminhada de volta ao delta não será tarefa fácil com as cheias de Angola a chegarem mais cedo este ano e a manada a ter de se apressar. No entanto, os laços entre elefantes são tão fortes como os dos humanos e a força da família já os trouxe até aqui. Juntos, Gaia, Shani, Jomo e a família ousam seguir a rota mais curta... através do território dos leões."

Data de lançamento:

2020