Em 1953, Kilian e o seu irmão deixam a sua cidade de montanha no norte da Espanha e partem para Fernando Po. O pai deles já está lá, cultivando um dos melhores cacaus do mundo. Depressa percebem que a vida social na colónia é mais agradável e menos rígida do que na Espanha. Eles veem as diferenças entre os colonos e os nativos e aprendem o significado de amizade, paixão, amor e ódio.

Palmeras en la nieve

Desde 1926, a ilha de Fernando Po (atual Bioko) faz parte da Guiné Equatorial, embora fosse um território espanhol desde 1778, até à independência do país africano, em 1968. É um capítulo complexo da história espanhola. Foram anos de escalada de tensões e violência, mas as notícias raramente chegaram à Espanha continental. O filme é ambientado em dois períodos de tempo diferentes. Primeiro, o período em que o estatuto da Guiné Equatorial mudou de colónia para província ultramarina e, por fim, para nação independente. Segundo, a atual Bioko, uma terra que tem sofrido com anos de instabilidade, ditaduras, desaparecimentos, tortura e falta de liberdade. Algumas sequências ou padrões com flashes de luz podem afetar os espectadores com fotossensibilidade.

Data de lançamento:

2015