2020

Shani, uma fêmea de elefante africano, e seu espirituoso filhote fazem uma jornada épica com sua manada, viajando por centenas de quilômetros através do vasto Deserto de Kalahari, do Delta do Okavango para o Rio Zambeze. Liderados por sua grande matriarca, Gaia, a família enfrenta calor brutal, declínio dos recursos e predadores persistentes, enquanto seguem os passos de seus ancestrais em uma busca para atingir o paraíso.

Elefante

Shani, uma fêmea de elefante africano, e seu espirituoso filhote fazem uma jornada épica com sua manada, viajando por centenas de quilômetros através do vasto Deserto de Kalahari, do Delta do Okavango para o Rio Zambeze, como incontáveis gerações dos seus ancestrais fizeram antes. Shani e sua família estão entre os últimos elefantes da terra a fazer essas extensas migrações e aos 40 anos de idade, ela é a próxima da fila como matriarca da manada, uma posição atualmente ocupada por sua irmã mais velha, Gaia. A manada de Gaia está junto com incontáveis espécies – de hipopótamos a babuínos – que dependem da água vital que flui das montanhas e transforma o coração do deserto em um oásis verde conhecido como o Delta do Okavango. Mas o fim da estação está próximo e em breve haverá um êxodo em massa. Nada na terra é mais precioso para a vida do que a água. E talvez em nenhum lugar isso seja mais aparente do que no Deserto de Kalahari, na África Meridional, um dos lugares mais secos do planeta. A água está recuando e o paraíso logo se tornará pó, já que o delta se torna uma série de piscinas esvaziando. Gaia sabe instintivamente que deve liderar o rebanho diretamente pelo deserto escaldante de Kalahari, antes que os olhos d´água restantes se esgotem. O sucesso da manada dependerá de sua experiência e sabedoria, que foram transmitidas a ela por muitas gerações. Como dizem "um elefante nunca esquece", e esses enormes mamíferos têm uma conexão profunda com seu passado. Gaia levará sua família por antigas trilhas de elefantes, redes de linhas e círculos - os círculos são olhos d´ água que a família precisará desesperadamente para atravessar o vasto deserto. Ao longo do caminho, eles buscarão alimento de fontes como folhas de mopani, ricas em umidade, e troncos de baobá cheios de água da chuva. À medida que se aproximam do destino, a manada deve atravessar o poderoso Rio Zambeze para chegar ao porto seguro pelo qual estava procurando. Eles devem entrar nas águas rasas, onde crocodilos atacam filhotes de elefante, como Jomo, e lutar contra uma corrente feroz que poderia levá-los para a maior cachoeira do mundo, as Cataratas de Vitória. Felizmente, a manada tem força e resistência para ter sucesso e pode descansar enquanto desfruta de água ilimitada e de todas os frutos de palmeiras, que podem sacudir das árvores. Mas em poucos meses, a comida é escassa e a água começa sua viagem de volta ao Delta do Okavango. A família deve atravessar a selva da África, mais uma vez. A marcha de volta ao delta não será tarefa fácil, pois as águas da enchente angolana estão adiantadas este ano e a manada precisará voltar rapidamente. No entanto, os laços emocionais entre os elefantes são tão fortes quanto os humanos e a força da família os trouxe até aqui. Juntos, Gaia, Shani, Jomo e sua família se atrevem a pegar a rota mais curta... pelo país dos leões.

Data de lançamento:

2020